11/01/2012

Falha da Intel na apresentação da CES traz críticas à empresa [vídeo]

Na sua apresentação da CES, a Intel tentou mostrar o poder que tinha o processamento do Ivy Bridge  em DX11 em seu novo ultrabook. Porém, ao tentar "jogar", eis que aparece botões do VLC Player na tela após uma travada, o que nos diz que na verdade ali não era o jogo em tempo real e sim um vídeo gravado.



Aparenta que a intenção da Intel era de nos enganar, porque no vídeo o cara inventou uma história muito fiasca com aquela de "poder dirigir sem as mãos porque na verdade estão jogando lá dos bastidores". Pra começar, se não era pra mostrar o jogo de verdade, porque fingir controlar o carro? Se fosse pra ser realmente um vídeo, ele diria logo no começo.

Não que esse tal processador não seja bom, mas talvez não seja o suficiente para rodar um jogo com aquele gráfico em FullHD. Se o próprio vídeo travou (o que fez com que fossem descobertos), imagine o jogo que processa diferente.

Depois disso, ainda tentaram consertar o erro:

"Nós usamos um vídeo na demonstração do DX11 simplesmente porque foi conveniente para este evento da Intel na CES. Estávamos extremamente limitados pelo tempo da apresentação, e não queríamos perder tempo entrando e saindo do jogo. E Mooly explicou isso para a plateia... vocês podem ver em alguns vídeos divulgados que Mooly avisou a plateia sobre a demonstração estar sendo conduzida por pessoas nos bastidores porque ele estava limitado pelo tempo, e em seguida passou a explicar o suporte para DX11 no Ivy Bridge."

Só sei que achei muito engraçado.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente com moderação...